PROGRAMAÇÃO CENTRO CULTURAL PENHA 

Programação do mês de Abril

 

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO
SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA
CENTRO CULTURAL PENHA
 

 

Wakatta - Espetáculo de mágica e Japão 
Teatro
13/04
14h30 
Livre
60 minutos
Presencial no Espaço Mário Zan
Wakatta significa Entendi na língua japonesa. Apesar de Amino-san não falar português, todos o entendem. Esta é a grande mágica desta apresentação. Só não entendem como ele faz seus belos números de mágica. Em um espetáculo para toda a família, a diferença de línguas, paradoxalmente, é usada de maneira criativa para mostrar que a comunicação é algo muito mais amplo. O espetáculo traz muitas referências a elementos da cultura japonesa como o mangá Naruto, o estilo Wazuma de mágica, Kabuki e Teatro Nô. O espetáculo tem também no elenco Luana Tonetti fazendo o personagem inspirado no kuroko, tradicional elemento do Kabuki .

 

Abril para Dança
Vivência de Dança Indígenas do Rio Negro

Arte Indígena
16/04
15h 
Livre
60 minutos
Presencial no Espaço Mário Zan
Vivências de Dança Indígenas do Alto Rio Negro é um momento de partilha das danças tradicionais mais usadas nas principais festas dentro das aldeias ou em comunidades, onde os participantes aprendem os passos e o corpo dançante do indígena, assim entendendo a importância da união e viver em comunidade.

 

Mamasoul
Música
16/04
19h 
Livre
60 minutos
Presencial na praça do CCP
Mamasoul é um trio idealizado pela cantora, instrumentista e compositora Dami Alves. A banda composta somente por mulheres traz um trabalho diferenciado e diversificado de canções autorais. Com violão e voz, ritmo e letra, a banda retrata temas importantes como a liberdade de gênero, da mulher, a intolerância à religião e a cultura afro.

 

Nasci Fulni-ô, a etnia que resiste por sua oralidade
Arte Indígena
20/04
14h 
Presencial no Espaço Mário Zan
Livre
60 minutos
Os indígenas do grupo Yamititkwa Sato, da etnia Fulni-ô de Pernambuco, chegam a São Paulo para apresentar a cultura indígena, suas tradições, lutas e modo de ser. A intervenção propõe um momento de convívio por meio da apresentação da cultura indígena e suas lutas. São considerados um dos povos indígenas do nordeste com maior resistência às modificações de sua cultura, pois conseguiram preservar e transmitir às futuras gerações seu idioma materno, o Yaathe, que significa “nossa boca, nossa fala”. Nesta ocasião, apresentam seu modo de ser, suas visões de sociedade e como é o dia a dia na aldeia onde moram.

 

Abril para Dança 
Corpo sobre tela

23/04
20h 
Livre
60 minutos
Presencial no espaço Mário Zan
Inspirado na vida e obra do pintor irlandês Francis Bacon, Corpo sobre Tela é um espetáculo de dança que tem a concepção, coreografia e direção de Marcos Abranches, onde o artista usa seu próprio corpo e movimentos como pincel para a criação de imagens abstratas em grande escala. A obra traz para a cena gestos singulares do dançarino que expressam dramaticidade impregnados de cores e sentimentos inquietantes.

 

Mês do Hip Hop
Street Jam Paulista Party

Vivência / hip hop
24/04
14h 
Livre
60 minutos
Presencial no Espaço Mário Zan
Street Jam Paulista é um evento promovido pelo dançarino, produtor cultural e videomaker  Gregori Guardia, desde julho de 2016. Teve sua origem na Avenida Paulista, fazendo sua ocupação dentro do programa Ruas Abertas da Prefeitura de São Paulo, no qual dançarinos e apreciadores das chamadas rodas de dança (jams / cyphers) se reuniam para expressar sua arte, trocar experiências e transformar as proximidades do Trianon/Masp em um baile ao ar livre. 

 

Circuito Municipal de Cultura
Fábrica de Brinquedos

Circo
30/04
15h 
Livre
60 minutos
Presencial na praça do CCP
Cia LaMala recria o ambiente de um laboratório onde um inventor maluco exibe suas traquitanas e invenções. Dentre elas, uma boneca que não funciona muito bem. O espetáculo gira em torno dos encontros e desencontros da dupla, inventor e boneca, que realiza acrobacias e reinventa esquetes clássicas do circo. Um robô pneumático feito de material reciclado e operado em cena também é destaque no espetáculo.

Mês do Hip Hop
B.Girl Grace

Vivência / hip hop
30/04
16h 
Livre 
60 minutos
Presencial no Espaço Mário Zan
B.Girl Grace fará uma vivência de Breaking para iniciantes que querem aprender um pouco sobre a dança. Ensinará conhecimentos básicos dos fundamentos do breaking que são top rock (dança executada em pé, uma forma de apresentação do estilo de cada dançarino, permitindo que demonstre sua coordenação, flexibilidade, ritmo e estilo); footwork (onde está toda a essência da dança, é nele que o dançarino insere toda a sua criatividade e habilidade desenvolvida em seus treinos) e freeze (movimento que o b.boy usa para significar o fim da dança, como se fosse uma pose para uma foto).

 

OFICINAS CULTURAIS

LINK PARA INSCRIÇÃO: https://ccpenha.wixsite.com/ccpenha/oficinasculturais

 

 

INSTAGRAM/CCPENHA

FACEBOOK/CCPENHA