FOTOS

Marcus Rigonatti

sucesso na novela Sangue Bom


Ator Mirim sai de Guarulhos para o Rio de Janeiro, para brilhar na novela Sangue Bom da Rede Globo

Citypenha: Qual foi seu primeiro contato com a arte?
Marcus Rigonatti: Comecei desfilando aos 3 anos, e na medida que fui crescendo foram pintando convites para comerciais de TV. Foi ai que tive certeza do que eu queria pedindo para meus pais me colocarem num curso de teatro e sucessivamente me envolvi também com a arte de dublar

Citypenha: Você demonstra ser bastante disciplinado, como você administra sua carreira?
Marcus Rigonatti: Eu estudo de manhã, e minhas cenas são sempre gravadas na parte da tarde, algumas vezes gravo no sábado, tenho uma preparadora (Isabella Secchin) que me ajudar na leitura e compreensão dos textos. Mesmo tendo essa preparadora eu aproveito os intervalos entre uma gravação e outra para dar uma estudada na cena que iremos gravar e fazer as lição do colégio, caso tenha. Estou conseguindo administrar minhas tarefas escolares com as gravações da novela pelo fato de não gravar todos os dias.

Citypenha: Seus pais são seus maiores incentivadores na sua carreira. Quem mais o ajudou a chegar até seu objetivo e o que tem a dizer de cada um desses profissionais?
Marcus Rigonatti: Com certeza meus pais foram meus maiores incentivadores. Tive a oportunidade de conhecer muitos profissionais da arte de dançar e interpretar. Poderia citar muitos deles, mas destaco meu professor de teatro Nill de Pádua e meu professor de dança Eudoxio Junior. Porém não poderia deixar de agradecer a Boulevard Produções Artísticas que foi muito importante para meu crescimento artístico.

Citypenha: Sei que você além de atuar, também dança muito bem. Tem preferência entre atuar ou dançar?
Marcus Rigonatti: Eu não seria eu se escolhesse entre um ou outro, porque a dança faz parte da minha vida e atuar para mim é uma escola diária. Portando não saberia escolher entre um ou outro (risos)

Citypenha: Como você encara a relação do Kevin com Barbara Ellen na novela. Se fosse na vida real como você iria encarar essa situação?
Marcus Rigonatti: É uma situação complicada, porque ao mesmo tempo em que ela ajuda adotando os filhos ela faz isso para ser bem vista diante da sociedade e ser aceita na mídia novamente. Eu no lugar do Kevin jamais aceitaria passar por essa situação, ainda mais sendo tratado como uma pessoa que ele não é. Na verdade o que ela está fazendo é usar essas adoções para se promover e voltar a ser a atriz famosa que era no passado.

Citypenha: Trace um perfil do Marcus no início de carreira e agora?
Marcus Rigonatti: Na verdade no início da minha carreira eu desacreditava que poderia chegar a algum lugar, mesmo assim eu insistia e aos poucos comecei a entender que para chegarmos a um objetivo temos que nos dedicar cada vez mais e se esforçar muito. Com isso comecei a me dedicar para valer. Estou adorando essa nova fase da minha carreira e vou estudar muito melhorar a cada dia.

Citypenha: Se não fosse ator, qual profissão você gostaria de ter?
Marcus Rigonatti: Se eu não fosse ator eu gostaria de ser Engenheiro de Materiais, para atuar na área de pesquisa e desenvolvimento de materiais com aplicação tecnológica. Porém estou concluindo o segundo grau e pretendo conciliar o trabalho de ator com a faculdade de Engenharia.

Citypenha: Como foi para você ter que mudar de cidade, fazer novos amigos, nova escola. Como você encarou essa mudança?
Marcus Rigonatti: Foi uma adaptação necessária, já que estava correndo atrás de um sonho, não foi fácil, deixar os amigos, meu pai, meus tios, primos e avós e mudar para outro Estado com minha mãe D. Rose. Já me acostumei na escola nova, fiz ótimas amizades e estar na cidade maravilhosa e ainda fazer o que ama é tudo de bom. Além do mais viajo duas vezes por mês para visitarmos a família em São Paulo e quando não dá para irmos meu pai vem para cá. 

Citypenha: Todos nós temos um ídolo. Cite o seu e porquê?
Marcus Rigonatti: Eu poderia dizer o nome de vários atores que eu admiro, mas meu ídolo é sem dúvida meu pai MARCOS ROBERTO RIGONATI, sim com letras bem grande, ele é um pai exemplar, sempre me deu maior apoio me deixando escolher a profissão que eu queria seguir. Sempre respeitou minha vocação e nunca me obrigou a fazer nada do que eu não queria. Além de trabalhar muito, ainda encontrava tempo para correr junto comigo e minha mãe que largou uma carreira promissora em banco para se dedicar a minha carreira, e junto comigo correr atrás dos meus sonho. E hoje ele se orgulha de mim, assim como eu sempre me orgulhei dele. PAI EU TE AMO.  

Citypenha: Conte como chegou ao teste para novela Sangue Bom e como foi essa experiência?
Marcus Rigonatti: Esse dia foi mágico e eu jamais vou esquecer. Agradeço a Marcia e Equipe da Agência Arte Bambini, que foi a agência que mais acreditou em mim, me dando a oportunidade de fazer o teste que foi realizado em São Paulo e melhor ainda no dia do meu aniversário de 15 anos, foi o maior presente que ganhei até hoje. (emoção). Em seguida tive que viajar para o Rio de Janeiro para fazer outro teste, desta vez com o Mestre Dênis Carvalho. Essa experiência jamais sairá do meu coração.

Citypenha: Cite alguns de seus trabalhos anteriores na area?
Marcus Rigonatti: Participei de várias Campanhas publicitarias entre elas, Mappin, Panini, Canetas Pillot, Campanha dia dos pais, Tang, dos Curtas Metragens: Valentino/2009-Dir.Carol Moretto, Crica/2009 – Dir. Julio Sales, Criança Antenada/2009-Rodrigues Jr, A Divisa dos Corvos/2009- Dante Vescio, Clic Clube/2010-Dir Julio Huad, Vende-se Roupas e Pessoas Usadas/2010, Fiz muitas dublagens, Longa SOS Vietnã, Legalmente Morto, Hildegar um Pato Muito Louco, no teatro participei das montagens: O Rei Leão (Simbá), Rapunzel (Príncipe),Peter Pan (João) todas com Dir de Nil de Pádua, Projeto Contos e Fábulas realizado pela Boulevard Produções, Os três Porquinho, Pinochio, A Raposa e as Uvas, Casamento da dona Baratinha e A Cigarra e a Formiga ambas com Dir Vanessa Navas, fiz também Lazy Town Live - Dir Juan Pablo Kurlan, e agora em minha primeira novela Sangue Bom- (Kevin) Dir Carlos Araujo. Na parte de dança fui bailarino do programa do Raul Gil.

Citypenha: Deixe uma mensagem a jovens atores que ainda estão na batalha por um espaço?
Marcus Rigonatti: Nunca desista do seu sonho. Tenham bastante esperança acreditando sempre que tudo é possível. Faça cursos de aperfeiçoamento e acredite em você. Como diz minha mãe um dia a sua hora vai chegar.

Citypenha: Tem algum personagem na televisão que você gostaria de ter interpretado?
Marcus Rigonatti: Ainda não, estou aprendendo muito com o elenco da novela. São atores experientes que fico observando e aprendendo a cada dia de gravação. É muito divertido e gratificante contracenar com esses mestres (Giulia Gam, Herson Capri, Sophie Charlotte, Fernanda Vasconcelos, Fafy Siqueira, Ingrid Guimarães e tantos outros).

Citypenha: São Paulo ou Rio de Janeiro. Como era seu dia a dia em São Paulo e como é agora no Rio?
Marcus Rigonatti: Bom, em São Paulo era muito corrido, estudava na parte da manhã e à tarde junto com minha mãe corria atrás de testes, passava a tarde toda fazendo, as vezes fazia dois testes por dia, no outro dia já tinha outro, cansava bastante, e mesmo sendo reprovado em alguns deles nunca desisti. Agora aqui no Rio essa correria mudou eu recebo o roteiro e junto com minha mãe planejamos como será nosso dia, quando não tenho gravação faço aula de Natação e saio para conhecer o Rio de Janeiro em companhia de meus amigos Cauê Bonifácio, Thel Torres e Yasmin Torres.

Citypenha: Como você encara o assédio dos fãs?
Marcus Rigonatti: Eu estou curtindo muito. Recebo muitos elogios através de cartas, mensagens no Facebook e na medida do possível vou respondendo cada um deles com muito carinho.

Cartas para Ator Mirim-Marcus Rigonatti: Rede Globo – Projac - Estrada dos Bandeirantes 6700 - Bairro Curicica – CEP 22780-086 - Modulo Amarelo - 2° Piso - lado A - Produção Novela Sangue Bom.
Site Oficial -
www.marcusrigonatti.com
Twiter @MVRigonati - Fã clube marcusrigonati


 

Voltar