FOTOS

Do tradicional ao requinte, pizzas adotam formatos diferentes



Celebrado desde 1985 em 10 de julho, o Dia da Pizza tem tudo a ver com São Paulo, já que a cidade é a que mais consome o produto em todo o país e a segunda em todo o mundo, ficando atrás apenas de Nova Iorque, nos Estados Unidos. A data comemorativa foi criada pelo ex-secretário de turismo Caio Luís de Carvalho por meio de um concurso que premiou as 10 melhores pizzas de mussarela e margherita.

Com o passar do tempo, a tradicional pizza redonda foi tomando outros formatos. Hoje não é difícil encontrar pizzarias que oferecem os formatos quadrado, por metro e até em cone, além da também tradicional brotinho, que é uma versão reduzida da pizza comum. “Iniciamos nosso trabalho em 2004 e percebemos que o mercado precisava de uma renovação. Depois de alguns estudos, notamos que o formato quadrado poderia render dez pedaços, ao contrario da tradicional, que serve apenas oito”, conta Rogério Corrêa, fundador e diretor da rede.

A gama de sabores das redondas – e quadradas - vem também evoluindo. Fugindo do convencional, alguns locais oferecem pizzas nos sabores de alcachofra, picanha, hot dog, coração de frango, estrogonofe e até de sushi e siri. Sem falar nas opções doces, que servem como sobremesa. Há, no entanto, os que não abrem mão da tradicional pizza de mussarela. “Minha preferência é sempre a de mussarela. Acho perfeita a combinação do queijo derretido com orégano. E as bordas tem que ser bem torradinhas”, diz o analista de marketing Luiz Ribeiro, 26.

A professora de espanhol Patrícia Batista, 42, também prefere a os sabores mais comuns, como portuguesa e brócolis com queijo, mas garante que o segredo para uma boa pizza, para ela, é o tempero do molho e a espessura da massa. “A massa tem que ser fina, o molho de tomate caseiro e bem temperado, refogado com azeite e temperinhos frescos. E, claro, a mussarela em quantidade suficiente, no ponto. Para finalizar, cada pedaço deve vir acompanhado de uma boa azeitona verde sem caroço, daquelas bem carnudas e macias”, comenta.

Como referência ao Dia da Pizza e para fortalecer o setor, acontece nos dias 10 e 11 de julho, no Palácio das Convenções do Anhembi, a ExpoPizzaria 2013, que está na terceira edição. A feira tem como principal objetivo gerar a oportunidade de se fechar negócios e a exposição de novidades do mercado. “Essa é uma excelente oportunidade para empresários e trabalhadores do setor descobrirem as novidades e tendências do setor, além de vislumbrar crescimento e lucratividade”, diz Jairo Klapp, organizador do evento ao lado de Patrícia Galasini, ambos gestores da Agência JKPG Marketing.

A exposição contará com palestras de renomados chefs, que mostrarão maneiras diferentes de se produzir pizzas, como a utilização de farinhas de maracujá, banana e integral. Haverá também o Campeonato Olimpizza, que é uma disputa entre pizzaiolos para mostrarem suas habilidades na abertura de massas. A pizza certamente é bem vinda em qualquer ocasião, mas o dia 10 de julho é bem mais sugestivo. A redondinha pode ser adquirida por delivery, consumida nas próprias pizzarias, compradas nos supermercados e, para os mais dispostos e desafiadores, pode até ser feita em casa.

 

Voltar