FOTOS

Dia Nacional de Combate ao Glaucoma é comemorado na Beneficência Portuguesa de São Paulo 

Hospital promove mutirões de exames gratuitos para avaliar o risco da doença



Em comemoração ao Dia Nacional de Combate ao Glaucoma, dia 26 de maio, a Beneficência Portuguesa de São Paulo realizou ação voltada à comunidade e aos seus colaboradores. Os hospitais São Joaquim na Bela Vista e Santo Antônio na Penha realizaram mutirões de exames gratuitos nos dias 24 e 29 de maio.

 Durante esses dois dias, médicos oftalmologistas e profissionais de enfermagem realizaram avaliações de risco, além de orientarem sobre o controle adequado da doença.
O glaucoma ocorre quando a pressão elevada no interior do olho, no decorrer de alguns anos, danifica as fibras nervosas do nervo óptico. Se não tratada a tempo, o glaucoma pode causar cegueira. A doença não tem cura, mas pode ser controlada com tratamento adequado e contínuo.

De acordo com Milton Yogi, oftalmologista da Instituição, o glaucoma é uma doença assintomática. “O paciente não percebe seu desenvolvimento e, se não diagnosticado precocemente, pode levar à cegueira”, explica. Estudos mostram que de 1% a 2% da população mundial acima dos 40 anos desenvolve a enfermidade. Já acima de 70 anos o índice chega a 7%. No Brasil, mais de um milhão de pessoas têm glaucoma diagnosticado.

Levantamento feito pela Organização Mundial de Saúde aponta que existem mais de 65 milhões de pessoas com glaucoma no mundo. “A doença representa a segunda maior causa de cegueira na população em geral e a principal causa de cegueira na população negra mundial. É de 6 a 8 vezes mais comum em negros do que em brancos”, alerta o médico.


 

Voltar