FOTOS

Crise está sendo Oportunidade? – 2


Ao invés de parar e retrair seus investimentos e aquisições deve evoluir contratando mais funcionários, realizar promoções, vender mais barato e aumentar suas transações, atraindo mais e mais clientes, animando o mercado e aumentando o movimento.
Investindo na aquisição de mais bens patrimoniais, instalações, veículos, móveis e utensílios e contratando mais funcionários, refletirá no aumento do faturamento.
A oportunidade existe.   É só pensar que é uma oportunidade, não interpretando como perigo que o impeça de avançar e parar para ver o que acontece.
Se todos pararem, haverá mesmo uma recessão.
Nas crises, há empresários quebrando e há também empresários crescendo.
Nos bons governos há empresários quebrando, assim como, nos maus governos, há empresários crescendo.
Há vários exemplos na história de grandes empresários que saíram da crise.
Pode agir de outra forma, mais ousada, tal como, comprando empresas que estão em crise econômica ou financeira por má administração.
É comum as grandes redes de supermercados comprarem outras redes menores.
Como foi o caso do Grupo Pão de Açúcar, do Abílio Diniz, que comprou a rede de lojas Ponto Frio.
Não há limite para afirmar que chegou ao topo.
Por que uns continuam crescendo e outros param de crescer e começam a regredir?
Na maioria das vezes é por má administração, porque perdem a noção exata nos controles, tomando decisões erradas, sem prévia análise do que aquela atitude pode resultar.
Outros não escolhem prioridade, o que é mais importante.
Uns gastam em coisas que não são importantes, alguns por vaidade.
O que foi criado só pela mente humana não existe, portanto, pode ser apagado, mudando o cenário de perigo para oportunidade.
Outro exemplo que pode ser citado nesta fase da crise é o caso do Baú Crediário do Grupo Silvo Santos, que comprou a rede paranaense Dudony, composta de 110 lojas, que estava para fechar ou falir.
A Dudony escapa da falência e o Baú Crediário passou a ter 130 lojas.
Vê-se que na crise, uns estão aumentando, crescendo e outros encerrando ou diminuindo suas atividades.
Uns enxergando como oportunidade para crescer e outros, sem saída, vendendo para não falir.   Por quê?
São 2 casos que comprovam que mesmo na crise, existe oportunidade de crescimento.

Este é o poder da mente. Use bem a sua.



Hatiro Shimomoto é escritor, Presidente da Organização King de Contabilidade; Hatiro Shimomoto Advocacia; TRIJAB - Tribunal de Justiça Arbitral do Brasil; ABRADE - Associação Brasileira de Defesa das Empresas;  Dep. Estadual 6 madatos. Professor, advogado e contabilista.


 

Voltar