FOTOS

Novo Fusca
Modernizando um grande sucesso



A Volkswagen do Brasil já está oferecendo o Novo Fusca 2013 em sua rede de concessionárias, e, com isso, é possível aos consumidores analisar em mais detalhes as diferenças e os avanços do carro que chega com preços na casa de R$ 90.000 reais.
A primeira constatação ao se observar o Novo Fusca 2013 é a de que o carro está com um ar mais esportivo - graças à carroceria mais larga e mais baixa: o novo modelo é 8,2 cm mais largo, 18,8 cm mais longo e 3,81 cm mais baixo.
Essa nova aparência esportiva é plenamente corroborada pela mecânica, pois o carro conta com um quatro cilindros 2.0 Turbo com 200 cavalos de potência, que, segundo a agência de proteção ambiental dos EUA, tem consumo médio de 8.9 Km/l em cidade, e de 12,75 Km/l em estrada.
Outro aperfeiçoamento importante é o fato de o Fusca Turbo contar com um sistema de suspensão independente nas quatro rodas, além de um diferencial de deslizamento limitado.
Esse sistema - XDS - monitora as informações dos sensores de roda e detecta qualquer derrapagem, acionando automaticamente o freio para desacelerar a roda interna em uma curva.
Além do aspecto dimensional, o fato é que as novas rodas de 18 polegadas reforçam ainda mais o caráter esportivo do carro, e o desempenho não decepciona, pois o Fusca Turbo é capaz de acelerar de acelerar de 0 a 100 Km/h em cerca de 6 segundos - tempo de carro verdadeiramente esportivo.
Todos os 200 cavalos do motor são transferidos para o solo por meio de uma transmissão automática DSG (Dupla Embreagem) de seis marchas. Há também a versão com câmbio manual com a mesma quantidade de marchas.
Interior
Os designers da Volkswagen quiseram, definitivamente, dar um upgrade no interior do Fusca. Como resultado, o vasinho de flor se foi, e, no lugar, entrou um suportes superior para telefones celulares, iPod ou outros itens essenciais.
O volante revestido em couro tem fundo plano, e conta com controles do sistema de som, telefone e do sistema de informações. As guarnições em fibra de carbono, assim como a trinca de medidores superiores completam o toque esportivo do painel. Além disso, temos pedais em alumínio escovado, com inserções de borracha para ampliar a aderência.
O motorista tem em sua frente um conjunto de instrumentos em três círculos combinados. O central é um grande velocímetro com tela de informações digitais embaixo - ladeado por um conta-giros e um medidor de combustível.
Os bancos tem ótima ergonomia, tanto na parte inferior do assento e costas, e o revestimento dos bancos é muito bonito e de bom gosto, tanto na versão com o interior totalmente negro, quando nesta com uma combinação de preto e vermelho.
Na parte traseira temos espaço delimitado para dois passageiros. O espaço para as pernas é adequado, também, e, assim como na frente, há uma tomada de 12V para que os ocupantes traseiros possam usar seus brinquedos eletrônicos.
O acesso aos bancos traseiros é facilitado pelo sistema de acionamento do banco, no qual o assento anda para frente quando basculado, para ampliar o espaço de acesso ao banco traseiro.
Apesar do bom acabamento geral, nota-se muito plástico duro nas soleiras das portas e na parte inferior do painel, e como destaque negativo fica o fato de as bolsas de das portas serem apenas uma cinta elástica, suficiente apenas para um mapa. E também sente-se falta de um apoio de braços traseiro.

 

Voltar