FOTOS

Cuidar do carro não é só coisa de homem




Já foi o tempo em que ser apaixonado por carro era coisa de homem. Cada vez mais as mulheres estão no volante e no comando da manutenção dos seus carros.

Já é comum ver as mulheres indo sozinhas ao lava rápido levar seus carros para receberem um cuidado especial.

Independente do sexo é importante de manter seu veículo em bom estado e por isso conversamos com Sérgio Benedito Basilio, da Lave Park e preparamos algumas dicas interessantes para cuidar principalmente da parte externa da sua máquina. 

Pintura – Mantendo como nova

Durante o ano, aplique pelo menos quatro vezes lustradores e protetores, após a lavagem, sempre com o carro seco.

Lave o carro com regularidade utilizando shampoo para veículos, panos ou esponjas suaves, isso é o que basta se o carro for novo ou a pintura estiver em excelente situação. 

Lembre-se de não utilizar sabão caseiro ou detergente que não sejam neutros para evitar danos à pintura.

Uma vez por ano o automóvel deve ser polido com pasta e flanela própria para esse fim aplicada nas regiões com riscos críticos.

E se você for ao litoral intensifique esses cuidados, uma vez que a maresia afeta muito a lataria e pintura do veículo. Um procedimento que pode ajudar é aplicar protetores e ceras, antes da viagem, e ao retornar tenha cuidado especial para lavar bem o veículo, retirando todos os resíduos salinos adquiridos na viagem.

Todo esse trabalho e cuidado deve ser redobrado nos cuidados dedicados aos automóveis de cor escura.

Polimento – Quando se faz necessário

O polimento só é necessário no caso da pintura estar fosca, queimada ou riscada. Se for esse o caso, não faça economia de panos ou estopas. É importante isolar os componentes plásticos e emborrachados com fita crepe, antes de iniciar o procedimento.

Não lave o carro somente quando estiver sujo, pois o carro sofre diariamente com a ação química da poluição. Outra coisa que pode danificar seu carro é encerar o veículo com a pintura quente.

Ceras Cristalizadoras

Lembrando que se for grande o número de lavagens, o enceramento dura pouco, mas existe a alternativa da cera cristalizadora, que conta com maior resistência aos raios ultravioletas, aderindo mais fortemente à pintura, durando mais tempo no veículo do que as ceras comuns.

As ceras cristalizadoras têm a vantagem de durar cerca de seis meses, em contraposição as comuns alcançam um tempo de duração de dois a três meses. Se o carro persistir sem brilho vale a pena levá-lo a uma loja especializada para um procedimento de “reavivamento”.

 

Voltar