FOTOS

Os Encantos do Natal



Toca o sino… Toca o sino… o sino de Belém…
Todos os anos o Natal vai se aproximando e com ele todo aquele clima natalino: as músicas, as ruas e lojas enfeitadas, as pessoas… Tudo parece diferente.
O clima do Natal envolve muitas situações diferentes. A alegria daquele que tiveram um bom ano, a esperança daqueles que esperam por um ano melhor. A fé dos que veem o Natal com o seu significado religioso, a simplicidade daqueles que não veem esse lado espiritual, mas o da grande festa de confraternização com seus amigos e sua família.
Independente do motivo que cada um tem para celebrar é inegável a grande magia do Natal. O quanto ele muda, de forma geral, o sentimento das pessoas.
É claro que sempre existirão os que não gostam, pelos mais variados motivos, desde a tristeza de uma lembrança, até o medo de uma possível solidão por não estar com os que ama, mas a grande maioria das pessoas terá uma Noite Feliz.
Muito mais do que uma noite, o Natal movimenta o antes, na busca pelos presentes, na definição e no preparo da ceia, na escolha da roupa certa para vestir na festa; o durante, quando trocamos presentes, abraços e muito carinho com quem temos afeto e nos empanturramos das delícias preparadas; e o depois, quando nos reunimos para ver as fotos que cada um tirou na grande noite.
Inegavelmente, a despeito de qualquer aspecto religioso, um dos pontos altos do Natal está na demonstração de carinho dos presentes.
Mas nem sempre é fácil.
O que dar de presente de natal? Qual a melhor escolha? Para o namorado? Para o marido? Para a mãe? Para a sogra? Para o afilhado? E aquele amigo oculto que você foi praticamente obrigado a entrar? Nossa! Como sair dessa enrascada?
Primeiro: pare de ficar achando que é tão difícil dar presentes e tente se divertir os comprando. Comprar presente pode ser uma coisa muito prazerosa e se for para quem se gosta, tudo passa a ser muito mais fácil.
Segundo: tente recorrer à imagem, às características e aos gostos da pessoa para não errar no presente. Isso exige um pouco de sensibilidade. Faça um prospecto pensando o que a pessoa gostaria de ganhar. Não é tão difícil assim como alguns imaginam. Basta ter um pouco de “feeling”. Por exemplo, se a pessoa gosta de cozinhar e se diverte fazendo isso, talvez ela acharia o máximo ganhar algum livro de culinária/gastronomia.
Ou ainda é aquela pessoa prática e objetiva, que você nota que gosta de ganhar coisas úteis, talvez você acerte se der calçados, roupas e tudo aquilo que a pessoa “estiver precisando”. Esse tipo de pessoa, geralmente, adora ganhar “coisas” que estão faltando no armário e que possivelmente teria que comprar, como um tênis ou calça jeans, por exemplo.
Outro exemplo é aquele tipo que adora ganhar “coisinhas meigas” e não quer entrar nessa de ganhar o que  “está precisando”.  Esse tipo geralmente odeia ganhar meias e peças íntimas. Gosta de ganhar mimos de presente. Se for mulher, talvez gostaria de ganhar bichos de pelúcia, brincos estonteantes, aquela sandália arrasadora ou até mesmo aquele vestidinho da moda. Se for homem, mesmo possuindo um guarda-roupa repleto de peças, gosta de ganhar mais coisas para abarrotar o seu armário, mas não qualquer coisa.  Pode ser uma peça de roupa transada ou algo clássico, mas que complementa o seu estilo. Ou aquele relógio de parede que parece uma “arte pop” e que combina com o seu cantinho. E, até mesmo, um “conjunto de presentinhos” com itens diferentes que o faça vibrar, como um pijama,  aquele DVD para a coleção e uma trilha musical que combina com o seu estilo de vida. Presentear correto é ser sensível aos gostos e modo de vida da outra pessoa.
Os tipos sofisticados possuem uma personalidade marcante e geralmente são muito exigentes. Essas pessoas podem gostar de ganhar  de presente um vinho encorpado e avassalador ou um whisky. Quem sabe um bom perfume importado ou um quadro/escultura para complementar a decoração da casa.
Terceiro: pense no embrulho do presente. Embora muitas pessoas deem pouco valor no embrulho, é um elemento totalmente importante no ato de presentear. Demonstra que você teve o cuidado e a preocupação de dar “aquela cara bonita” ao presente.
A embalagem é o primeiro contato que a pessoa vai ter com o presente e se for algo mal feito ou feito de forma desleixada, o que está dentro pode até perder um pouco o “ar da graça”.
Há lugares que embalam, mas cuidado!!! Não há nada mais brega do que presentes que são embalados com papéis que possuem nomes de supermercados ou da loja estampado. Compre um papel de presente e faça um embrulho bacana ou peça alguém para fazer para você! Não vale é dar um presente com um embrulho todo desordenado e com descuido.
Dar presentes não é difícil! Precisa de dedicação, carinho e observação. Se ocorrer isso, o restante vai fluir naturalmente e quando menos esperar, você estará se divertindo no meio dessa maratona do presente.
E lembre-se: além do presente dê um sorriso, cheio do espirito do Natal, aquele que aquece os corações e fazem os homens mais humanos.

 

Voltar