FOTOS

Evitar o inchaço pode ser mais fácil do que parece
Atitudes que fazem a diferença

Estar inchada é uma queixa muito comum entre as mulheres. Que pode significar que o corpo está retendo mais líquidos do que o adequado. Os pés, tornozelos, pernas, mãos, coxas, mamas e até na barriga são os locais mais visivelmente afetados.
Algumas vezes se percebe a barriga inchada e distendida, que pode ser gases ou intestino preso e que nada tem a ver com retenção de líquidos. Alguns alimentos liberam enxofre distendendo a barriga causando quase o mesmo desconforto da retenção de líquidos. 
Vale lembrar que existe o inchaço passageiro, como no período da menstruação, durante uso de alguns medicamentos, etc.
Um dos agravos do inchaço é o ganho de peso, que não significa ter “engordado”. Muito desconfortável, ele mascara o peso verdadeiro e as medidas corporais levando ao equívoco de achar que está com sobrepeso ou até com peso adequado quando na verdade está desnutrido. 

A água, no lugar errado ocupa espaços indevidos, comprimindo órgãos e estruturas provocando dor, desconforto, formigamento e outros sintomas.
Este inchaço pode ter várias causas: problemas na função do coração, dos rins, cirrose, má circulação, processos inflamatórios e desordem nutricional. Cabe ao médico fazer o diagnóstico.
Aqui, vamos falar apenas da retenção de líquidos por desordem nutricional, quando a alimentação afeta o equilíbrio de distribuição de água no corpo.  
O corpo é composto basicamente de água, cerca de 60%. Para que toda essa água fique nos seus devidos lugares existem reguladores, como sódio, outros minerais e proteínas, que exercem o papel de segurar ou liberar a água para dentro e fora das células. 
Quando acontece um desequilíbrio entre esses nutrientes a água acaba se acumulando fora das células, causando o inchaço ou edema.
O sódio é o principal causador da retenção de líquidos. Quando há muito sódio no sangue há necessidade de dilui-lo, precisando de mais água. O corpo aumenta a sede e a produção do hormônio antidiurético, aquele que é contra a eliminação de urina. Então bebe-se mais água e faz-se menos xixi. O resultado é o inchaço.
A falta de alimentos com nutrientes diuréticos (potássio, magnésio, vitaminas do complexo B) também provoca a retenção de líquidos. Frutas e vegetais são fontes desses nutrientes.
A albumina, uma proteína também é um importante controlador de água dentro da célula.
Atitudes que previnem ou eliminam o inchaço
• Evite alimentos que contenham muito sódio e sal de cozinha, como presunto, mortadela, salame, queijos, linguiça, enlatados, condimentos.
• Evite refrigerantes. São ricos em sódio
• Consuma regularmente frutas e vegetais diuréticos, como melancia, melão, abacaxi, morango, cenoura, salsão, pepino, tomate, broto de feijão, beterraba, aspargo e abobrinha.
• Consuma carnes e ovos que são fontes de albumina.
• Prefira chás diuréticos, como chapéu-de couro, rosa-mosqueta, folha de abacate, quebra-pedra, cavalinha e hibisco.
• Consuma fibras por meio dos cereais integrais, frutas, verduras, legumes e leguminosas para manter o bom funcionamento do intestino. Ele é responsável pela absorção e parcial eliminação da água.
• Beba de 2 a 3 litros de água por dia. Na falta da água o corpo aumenta a produção do hormônio antidiurético, aquele que retém água e não deixa a gente fazer xixi.
• Pratique algum exercício físico. Ele ajuda eliminar água através do suor e favorece o funcionamento do intestino.

por Edina Aparecida T. Trovões • Nutricionista CRN3-1579 • edina.trovoes@gmail.com


 

Voltar