FOTOS

Efeito Sanfona: Já ouviu falar?

Quais são as causas e como se livrar disso?

 

Efeito sanfona são episódios cíclicos de emagrecimento seguidos de recuperação do peso corporal. A pessoa faz uma restrição alimentar (acompanhada ou não de exercícios físicos e/ou medicamento), consegue eliminar os quilos indesejáveis e assim que abandona esse novo comportamento recupera todo o peso eliminado e às vezes até mais um pouco. Este ciclo repetitivo é chamado “efeito sanfona”.

As causas do efeito sanfona, em geral são: restrição severa na alimentação, exercícios exaustivos e tudo isso em uma rotina que não é possível ser seguida por meses. A pessoa não aguenta esse “estilo de vida” ou até mesmo, ao conseguir atingir o peso desejado, acaba abandonando essa rotina e volta a ter os mesmos hábitos de antes e o ganho de peso aparece rapidamente.

Então como se livrar desse “problema”, chamado efeito sanfona?

A ideia é acabar com esse emagrece e engorda, pois causa sérios riscos à saúde. Dietas restritivas, desbalanceadas ou dietas da moda podem gerar deficiências nutricionais importantes, provocar desequilíbrios metabólicos como alteração nos níveis de colesterol, sem mencionar o risco de perder massa magra (músculos e ossos) ao invés de só eliminar gordura. 

 


Que tal criar um estilo de vida, de preferência saudável, e que possa ser seguido por anos afins?  Entender que cuidar da saúde não é uma ação pontual, mas uma atitude continua, para toda a vida, de escolhas corretas sobre o que e quanto comer. Portanto:

• Tente descobrir o que te faz engordar.  Menos do que 10% dos obesos apresentam distúrbio metabólico. A grande maioria está relacionada à falta de uma rotina alimentar, dificuldade nas escolhas dos alimentos, compulsão alimentar, ansiedade, sedentarismo ou um pouco de tudo isso junto. Descubra qual é o seu motivo e resolva essa questão de uma vez por todas.

• Adote uma alimentação sem grandes restrições e, dia a dia, reduza gradativamente os alimentos ricos em gorduras e os doces.

•  Não existem alimentos “vilões” e proibidos, o problema não é exagerar eventualmente, se ganha peso quando a exceção vira regra.

• Saiba que a perda de peso, após algumas mudanças de comportamento é um processo de médio a longo prazo, então não desista se não perdeu peso em 15 dias, essa perda é gradativa.

• O ideal mesmo é perder peso de forma lenta, dando chances ao corpo se adaptar a esse novo modelo, assim o risco de reganhar o peso eliminado é menor. 

• Faça uma mudança de comportamento por vez, dando chance ao seu corpo de se acostumar com ela e depois avance mais um passo. Se estiver difícil avançar, valorize o que já conseguiu mudar e não desista!

• Escreva tudo que comeu no dia e avalie. Deixou de comer frutas no lanche da tarde e preferiu beliscar algum doce ou salgado?

Engordamos e emagrecemos diariamente, com variações maiores em certas ocasiões como períodos festivos, nascimento de filhos, novo trabalho ou separações e que deveria ser corrigido através da atenção na alimentação e pratica de exercícios físicos. Esperar muito tempo para fazer correções pode gerar um sentimento de impotência.

Trocar um número de roupa ou perceber um aumento maior que 5 cm na circunferência abdominal significa um desequilíbrio. É hora de rever comportamentos.


Por Edina Aparecida T. Trovões • Nutricionista CRN3-1579 • edina.trovoes@terra.com.br • Consultório: 2307-1551


 

Voltar