FOTOS

As diferenças entre a pizza italiana e a pizza brasileira

 

Tudo acaba em pizza! Seja no ditado popular ou como um dos pratos mais consumidos ao redor do mundo, a verdade é que a pizza já se tornou parte da gastronomia brasileira. Mas como será que as tradicionais pizzas italianas são feitas, já que foi de lá que saíram as primeiras fornadas? É pensando nisso que preparamos um texto com as diferenças entre a pizza italiana e a pizza brasileira. Confira!

Massa e bordas

Em muitas pizzarias do Brasil, é comum encontrarmos pizzas com massas bem generosas na espessura e com bordas que se tornam um aperitivo à parte. Sem falar das famosas bordas recheadas com algum ingrediente, como requeijão ou queijo cheddar.

Mas para quem visitar a Itália, principalmente a região de Nápoles, berço das mais antigas e tradicionais pizzarias do mundo, será comum deparar-se com pizzas feitas sobre uma fina massa e com uma borda muito mais simples.

A farinha utilizada na pizza italiana é diferente da farinha tipo 1, mais comum nas pizzarias do Brasil, o que contribui muito para que pizza tradicional italiana tenha essa estética e sabor totalmente diferenciados.

Montagem das pizzas

Para os italianos, o sabor de cada ingrediente deve ser prezado e valorizado. Por isso, exageros nas quantidades e a mistura de muitas variedades de ingredientes ― prática comum no Brasil ― estão fora de cogitação nas pizzarias da Itália.

 


Na L’a Antica Pizzeria da Michele, em Nápoles ― estabelecimento que ficou conhecido pela passagem da personagem de Julia Roberts no filme “Comer, rezar e amar” ― são servidos apenas dois tipos de pizza: a tradicional marguerita e a pizza marinara. A última, por exemplo, contém, além do molho de tomate fresco, apenas um pouco de alho, manjericão e azeite, e nada mais.

Para os italianos, o sabor da massa e do molho de tomate devem ser sentidos tanto quanto os ingredientes que vão sobre a pizza. Então, nada de exageros! Além disso, a pizza italiana é tradicionalmente aberta apenas com as mãos e não com o rolo de massa, como estamos acostumados a ver aqui.

Ingredientes frescos e selecionados

A legítima pizza italiana é feita a partir de ingredientes frescos e selecionados, seguindo um rigoroso padrão de qualidade para agradar o paladar de qualquer apaixonado por pizza. Manjericão fresco e o molho de tomate feito na hora são essenciais.

No Brasil, embora a maioria das pizzarias mantenham também um rigoroso padrão de qualidade,  acaba acontecendo de algumas pizzarias, para otimizar o tempo da produção, utilizarem molho de tomate pronto ou alho em conserva.
Sabores

Outra diferença está na presença de alguns sabores do nosso cardápio que não são comuns na cultura das pizzarias italianas, como é o caso das pizzas doces ou com alguns recheios que, para eles, acabam “anulando” o sabor dos demais componentes das suas pizzas, como o requeijão e o milho.

Algumas “invenções” brasileiras que se tornaram comuns por aqui, como a Pizza de Picanha, a Pizza de Hambúrguer e outras variações não são nem imaginadas pelos pizzaiolos italianos.

Viu só como as pizzas italianas são bem diferentes do que as que estamos acostumados a comer aqui no Brasil? Apesar das diferenças no preparo e no sabor, as pizzas brasileiras são também consideradas uma das melhores do mundo.

 


 

Voltar