FOTOS

Declaração do IR

Veja dicas para acertar em sua declaração

 

Até o dia 28 de abril temos que fazer a nossa declaração de Imposto de Renda. Conversamos com a equipe da King Contabilidade sobre as mudanças e quais são as principais dúvidas que as pessoas tem na hora de fazer a declaração. Veja as dicas.

Será que estou obrigado a  declarar o Imposto de Renda este ano ?

Se você recebeu mais que R$ 28.559,70 de renda tributável no ano, ex: salários/alugueis ou ganhou acima de R$ 40.000,00 de rendimentos isentos (não tributáveis ou tributados na fonte como ex: FGTS, indenizações trabalhistas, ganhos com vendas de bens imóveis, vendeu um imóvel residencial e comprou outro no prazo de 180 dias e usou a isenção, comprou ou vendeu ações em bolsas de valores, recebeu mais de R$ 142.798,50 em atividades rurais, ou a soma de seus bens ultrapassa os R$ 300.000,00 estará obrigado a declarar.

Declaro na Completa ou Simplificada, qual escolho?

Com as informações, o programa irá mostrar qual é a melhor opção. Se for a declaração simplificada, será aplicado o desconto padrão de 20% limitado a R$ 16.754,34(independentemente de gastos com saúde e educação, por exemplo). Atenção ao escolher entre o modelo completo ou simplificado já que a retificação da declaração para troca de opção só é permitida até o fim do prazo para entrega, dia 28 de abril.

Opto pela Conjunta ou Separada qual é a melhor?

Primeiro preencha a declaração em conjunto, declarando rendimentos, bens, direitos, dívidas e despesas em comum e dependendo do resultado se a pagar ou restituir, exclui-se o cônjuge como dependente e verifica-se novamente se a situação melhora: mais restituição ou menos imposto a pagar. Só então se decide qual é a melhor forma.

 


ilustração: Divulgação


Incluo todos os dependentes?

A Receita Federal permite o abatimento de R$ 2.275,08 por dependente, de R$ 3.561,50 com gastos com instrução e de despesas médicas sem limite,mas a Receita Federal também obriga a incluir os rendimentos recebidos pelos dependentes, assim é necessário elaborar com e sem a inclusão do dependente, para verificar se há mais restituição a receber ou menos imposto a pagar.

Posso deduzir remédios?

Não, a menos que estes medicamentos integrem a conta (nota fiscal) do hospital.

Sócio de empresa precisa declarar?

Ser sócio de empresa não é mais condição de obrigatoriedade para a entrega da declaração. Neste caso, a pessoa precisa ver se ela está obrigada a fazer a declaração por ter tido rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70, possuir bens com valor acima de R$ 300 mil ou qualquer outra condição de obrigatoriedade.

Quem pode ser dependente?

Só podem ser considerados dependentes para fins de Imposto de Renda:

• companheiro(a) com quem o contribuinte tenha filho ou viva há mais de 5 anos, ou cônjuge

• filho(a) ou enteado(a), até 21 anos de idade, ou, em qualquer idade, quando incapacitado física ou mentalmente para o trabalho;

• filho(a) ou enteado(a), se ainda estiverem cursando estabelecimento de ensino superior ou escola técnica de segundo grau, até 24 anos de idade;

• irmão(ã), neto(a) ou bisneto(a), sem arrimo dos pais, de quem o contribuinte detenha a guarda judicial, até 21 anos, ou em qualquer idade, quando incapacitado física ou mentalmente para o trabalho;

• irmão(ã), neto(a) ou bisneto(a), sem arrimo dos pais, com idade de 21 anos até 24 anos, se ainda estiver cursando estabelecimento de ensino superior ou escola técnica de segundo grau, desde que o contribuinte tenha detido sua guarda judicial até os 21 anos;

• pais, avós e bisavós que, em 2016, tenham recebido rendimentos, tributáveis ou não, até R$ 22.847,76;

• menor pobre até 21 anos que o contribuinte crie e eduque e de quem detenha a guarda judicial;

• pessoa absolutamente incapaz, da qual o contribuinte seja tutor ou curador.

Atualizo o valor do imóvel?

Todos os bens, como casa, carro, ações da Bolsa, devem ser declarados pelo custo de aquisição, ou seja, pelo valor que foi pago na compra. Só é possível atualizar o valor de uma casa ou apartamento mediante comprovação de reformas no imóvel (colocação de novo piso ou armários embutidos, por exemplo). Esses gastos devem ser documentados com notas fiscais.

Como declarar veículo que sofreu perda total ou foi roubado, recebeu valor de seguradora e comprou novo veículo? 

Com relação ao veículo que sofreu perda total ou foi roubado, na ficha Declaração de Bens e Direitos, informar no campo “Discriminação” do veículo o fato e o valor recebido da seguradora. No campo “Situação em 31/12/2016 (R$)” deixar “em branco”. Na ficha Rendimentos Isentos e Não tributáveis deve ser informada a parcela do valor recebido da seguradora que exceder ao valor pelo qual o bem acidentado ou roubado esteja declarado. Quanto ao veículo adquirido, informar no campo “Discriminação” o valor recebido da seguradora e, no campo ”Situação em 31/12/2016 (R$)”, o valor de aquisição. 


 

Voltar