FOTOS

Eleições no CEP
Paulo Gallo candidato a presidência

No sábado dia 18 de março os associados do Clube Esportivo da Penha deverão comparecer às urnas para renovar 2/3 do Conselho Deliberativo, órgão que elege o presidente da Diretoria Administrativa. Conversamos com Paulo Gallo, filho do ex presidente Gallo, que encabeça a Chapa Roxa, oposição a atual gestão.

CityPenha: Por que surgiu a oposição na política do clube?

Gallo: A oposição já existiu em outras épocas, mas o processo político sempre caminhou no sentido de um ajuste para compor com a situação. Agora o que nós estamos colocando é o que o nosso pleito está vindo do que os associados estão pedindo. Nós ouvimos as pessoas e em cima do que eles disseram copilamos em alguns itens tópicos da campanha. Tudo em cima do pleito dos associados. Esse é o nosso objetivo, sempre ouvir o nosso associado para saber o que é importante para eles e procurar atendê-los da melhor maneira possível.

 

 

CityPenha: Quais são os principais pontos que vocês estão trabalhando?

Gallo: Dentro do projeto que nós criamos, está o melhor planejamento de reformas e construções com datas previstas de início e término, projeto para quadra de saibro que é uma reivindicação do pessoal do tênis, a academia com preço justo, pois achamos que está com preço muito alto, porque o cara já é sócio e além dele pagar mensalidade de sócio ele tem que pagar mensalidade de academia e você tem academia de R$ 49,90 por mês que vem com natação e tudo, e no clube você paga R$ 70,00 mais a mensalidade. Então temos batido forte na academia porque achamos que está cara. Uma alternativa que pode ser viável é fazer um combo, por exemplo, você e sua esposa vão fazer a academia no clube e seu filho quer fazer a natação, porque não fazer um combo? Ou então, a criança quer fazer o ballet ou outra atividade, então faz um combo que tenha um preço justo.

CityPenha: Isso você está levando em conta que o cara já é sócio, e tudo que ele vai fazer tem que pagar?

Galo: Exatamente, precisamos adequar tudo para uma política mais justa, visando atender melhor o associado. Por exemplo quando fui na hidro eu fiquei sabendo, por um funcionário, que o exame médico voltou a valer por 3 meses, como antigamente e por uma decisão da diretoria passou a ser bimestral, para a cada 2 meses o associado ter que por dinheiro na casa, mas já voltou novamente para os 3 meses. Ai você escuta o associado dizer que isso era o certo. Esse é o nosso objetivo, satisfazer o associado. Se forem eles que fizerem tudo e ficarem com a cadeira de presidente, beleza! A nossa oposição é para fazer o clube melhorar, e o associado ganhar, e não nós ganharmos. Não interessa se é a camisa verde ou a roxa que vai ganhar, o que a gente quer que aconteça nessa eleição é que o resultado seja satisfatório para o associado.

 

CityPenha: E vocês acham que tem muito o que melhorar?

Gallo: Com certeza tem muito o que pode ser feito. A gente já tem visto coisas melhorando, como a ambulância. Há quanto tempo ela é uma reivindicação no clube? Teve um colega nosso do racha das 11 que praticamente veio a falecer e o médico recuperou ele no desfibrilador. Ele melhorou, mas ainda está na UTI. Em cima desse fato na semana seguinte apareceu uma ambulância, embora pareça muita coincidência, o que importa é que antes não tinha ambulância e agora tem, o associado ganhou. Outro ponto incluído em nosso projeto é a melhoria na segurança das portarias, porque aconteceram alguns fatos no clube como furtos, mão armada, roubo de televisão, então tem que melhorar a segurança do clube. A atual gestão deu uma enxertada depois de fatos ocorridos mas tem muito para melhorar. Coisas simples como uma revitalização noturna do clube para a segurança. Você chega hoje no clube a noite, vai na academia você sai está tudo escuro, sai do futebol, sai da aula de vôlei e o clube está todo vazio, a iluminação está deixando a desejar. Uma coisa importante é a volta da rádio CEP que seria a melhor comunicação entre o associado e a diretoria.

CityPenha: Como vocês pretendem lidar com a relação com os associados?

Gallo: Com mais transparência na administração e participação maior do associado, para que ele tenha visibilidade do que está acontecendo e possa opinar. Isso também irá refletir em um clube melhor para os nossos colaboradores que por sinal estão todos insatisfeitos com o tratamento pessoal que é dado. Você tem funcionários e tem que respeitá-los e isso não está acontecendo. São necessários ajustes para poder ter simpatia no atendimento ao associado, porque quem mantém o clube é o associado, ele tem que ser bem tratado, por funcionários e pela diretoria. Não pode ser uma ditadura.

CityPenha: E a participação das mulheres?

Gallo: Esse é um ponto fundamental em nosso programa, ampliar a atenção a mulher, começando por uma participação maior no Conselho. Em nossa chapa incluímos muitas mulheres para garantir a representatividade delas e assim podermos propor várias inovações em termos de atividades voltadas para elas. Outra necessidade importante é a revitalização do nosso parquinho com cobertura para nossas crianças brincarem. A criança chega em uma idade no clube e não frequenta mais o parquinho ou o parquinho precisa de uma melhora e quando passa da idade do parquinho ele não tem mais o que fazer no clube, se ele participa de uma modalidade esportiva, legal! Se ele não participa de nada, se ele é meio nerd e gosta de computador ele não tem uma sala para carregar, para ele sentar e mexer no celular e isso no clube não tem.

 

CityPenha: Como vocês estão trabalhando a campanha?

Galo: Nós estamos fazendo nosso trabalho sem nenhum respaldo financeiro enquanto eles dizem que tem patrocinador, então nós temos que dar uma tacada certeira. Tem muita gente de peso na história do clube que estão conosco nesse trabalho como:

Carlos Alberto de Souza, Carlos Eduardo Neves, Luiz Antonio Marioni, Marcelo Donizete Balico, Aldo Ernandes, Hélio Batistone, Douglas Navas Peres Filho e o Duilio Q de Alencar. Somos um time forte para trabalhar pelo clube. Pessoas que já integraram a administração do clube em várias gestões, que compunham o grupo e estão sendo criticadas, como a questão das festas que foi falado que eram irresponsáveis, mas foram todas feitas com alvarás provisórios, com anuência, conhecimento e aprovação de toda a diretoria da atual situação. É importante o associado conhecer toda nossa chapa para escolher com consciência quem pode fazer mais pelo clube.

 

 

CHAPA ROXA
  NOMES   NOMES
1  Ademir de Luiz 49 Josué Calixto de Souza
2  Airton B. Guizi 50  Lucio Sampietro
3  Aldo M. Hernandes 51  Luis A. de Campos Loureiro
4  Alexandre B. Ercoli 52 Lourenço Palhas Filho
5  Alexandre Puzzelo 53  Luis Antonio Marioni
6 Alexandre R. Moraes 54  Luis F. Sobrinho
7  Alfredo Luiz G. Bento 55  Luis F. da Silva
8  Antonio Sérgio Balieiro 56 Luis Belussi
9 Auristela B. Belussi 57  Luiz Roberto da Silva
10 Adauto B. Borges 58 Manoel Nery S. Neto
11 Adriana Ap. G. da Costa 59  Manoel da Mota S. Filho
12 Antonio Portugal 60  Maria Inez de F. C. Batista
13  Benedito Maria Jr. 61  Maria Elenice Santos
14  Camila Jorge 62  Marcio Eduardo Tamoio
15  Carlos Alberto Borges 63  Marcelo Donizzetti Ballico
16  Carlos Alberto Ezequiel 64  Marcelo Reis
17 Carlos Eduardo da Costa 65  Maria Paula Golinelli
18 Celso Beteloni 66 Marcos Vidal
19 Clovis Garcia Gomes 67  Mario Janini
20  Daniel R. Dias 68  Maurinei de Oliveira Santos
21 Dioni Jr. Luciano dos Santos 69  Nair F. da Silva
22 Douglas N. Peres Filho 70 Nelson F. de Sozua
23  Duilio Q. de Alencar 71  Nestor Bispo dos Santos
24 Eduardo Leandro Medeiros 72  Nicola Neto
25  Elisa Rosa Bridi 73  Oreido Donizete
26  Erika Regina S. Hernandes 74 Osvaldo Rossi Filho
27  Fabio Bressan 75 Paula Patricia Bizarria
28  Fernanda O. de Mello 76 Paulo Rogério Jacobi
29  Francisco Carlos Sadella 77  Raul Renato G. E. da Mota
30  Gelson Luis Sant'anna 78  Remerson P. da Silva
31 Gerson Rufino 79  Roberto Carlos Bertellotti
32 Genivaldo A. Batista 80  Roberto Sebastião
33 Geraldo Antonio da Silva 81  Rubens Chiquita da Silva
34  Guilherme Pires Filho 82 Sandra Regine Pezella
35  Helio G. da Silva 83 Samantha B. Bilhardi
36  Hibrain G. Pedroso 84  Sérgio Telles
37 Iuri Rossi Pedroso 85 Sérgio dos Santos Pereira
38  Jairo Silva Jr. 86  Sonia de Paula Camargo
39 Janderson Celso Boschetti 87  Solange Malemam
40  João A. Conti Magni 88  Sueli Ap. Frades da Silva
41  João Bosco P. 89 Valter Baptista da Silva Jr.
42  Joaquim José dos Reis 90 Vanderlei Romero
43 Jorge Ruiz 91 Vanderlei Sorbini
44  José Carlos Pedroso 92 Vlademir Braida
45  José Carlos de Souza 93 Vitor Manuel G. dos Santos
46  José Carlos Ferrelli 94  Wanderley Potgmam
47 José Carlos Gonçalves    
48 José Roberto Martins    

 

 


 

Voltar