FOTOS

Treinamento funcional para mulheres

 

O treinamento funcional está na moda e não é por acaso. Na busca por exercícios cada vez mais efetivos, as pessoas sentem a todo o momento a necessidade de buscar atividades físicas diferentes para se manter em forma. Cansadas das repetições dos treinos tradicionais iniciou-se a alguns anos uma busca incansável para se praticar exercícios com mais prazer, criatividade e que sejam mais eficazes na busca da saúde e da forma física desejada. O treinamento funcional chegou com essa proposta, e ainda vem trazendo benefícios que surpreende quem o pratica. 

Como toda atividade física os resultados começam a aparecer após algum tempo de prática e obviamente exige que o praticante tenha certa disciplina para não faltar às aulas. A proposta é trazer movimentos que favoreçam a melhora das funções vitais e melhorem a qualidade de vida diária. Como sua prática é desenvolvida de forma dinâmica leva o praticante a um gasto energético elevado e melhora de tônus muscular. Além disso, por trabalhar músculos profundos (estabilizadores) da coluna e do abdômen tem feito muito sucesso entre aqueles que nunca conseguiram perder a famosa “barriguinha”. A prática fortalece a musculatura profunda e superficial do abdômen que além de ser imprescindível para a boa postura, promove o adequado posicionamento e funcionamento dos órgãos internos, afinando a silhueta e proporcionando uma aparência elegante, por isso o sucesso também entre as mulheres. 

Não é difícil entender porque elas aderiram e continuam fieis à sua prática. Exercitar-se de maneira segura, eficiente, prazerosa e ainda melhorar a qualidade de vida e a aparência. Quem não quer? 

Vamos listar mais alguns benefícios do treinamento funcional para mulheres e observe como você vai ter diversos motivos para começar o seu programa de exercícios: 

• Melhora de tônus muscular;


• Melhora de condicionamento físico;

• Perda de peso, quando associada a uma dieta equilibrada; 

• Melhora de coordenação motora, equilíbrio, marcha e agilidade. 

• Melhora da postura e redução de dores musculares pois age diretamente nos músculos estabilizadores da coluna e melhora a circulação; 

• Melhora da auto estima, humor, e sensação de bem estar;

• Melhora do sono. 

• Na idade adulta, na menopausa e pós-menopausa, ele pode ajudar a combater o estresse e a amenizar os sintomas da variação hormonal como: a TPM, as enxaquecas e retenção de líquidos. 

Na prática diária usamos movimentos de empurrar, puxar, saltar, agachar, levantar, rotacionar, ou seja, movimentos naturais dos seres humanos. Ele também pode ser voltado para a prática esportiva, sendo utilizado para melhorar funções específicas de esportes como surf, lutas, corrida, dança etc. simulando exatamente movimentos utilizados na prática. 

Abaixo listamos alguns dos tipos de treinamento funcional oferecidos no mercado e convidamos você a refletir sobre qual deles seria mais adequado para você. 

Treinamento Funcional em Circuito, com uso de acessórios (elásticos, cama elástica, TRX, kettlebell’s, cordas, discos de equilíbrio, etc) ou não, utilizando como método estações que podem ser controladas por tempo ou número de repetições. A aula sempre será desenvolvida pelo professor baseado em seus objetivos e podem ser feitas alterações para adequar ao momento da aula.

Treinamento de Alta Intensidade, utilizando exercícios mais complexos e clássicos, como agachamentos e levantamentos olímpicos, com uso de cargas, barras olímpicas e normalmente praticados em um sistema pré-determinado. 

Pilates, também classificado como treinamento funcional, já que se destina a utilizar músculos profundos e de estabilidade de tronco e membros, utilizando aparelhos ou apenas o solo (mat pilates). 

Outro fator interessante deste tipo de treinamento, é que pode e deve ser adaptado à todas as idades. Podemos utiliza-lo desde senhoras que precisam melhorar sua força, marcha e equilíbrio e pegar aquela panela guardada no fundo do armário ou caminhar com mais eficiência, como modificar a rotina de treinamento de um atleta. E é claro, ressaltando que é fundamental a presença de um educador físico para elaboração de qualquer programa de exercícios. O importante é nunca ficar parado! Até mais!

 

Por Tiago Martins • Cref. 41989-G/SP • Professor de educação física e proprietário do Infinity Pilates e treinamento funcional

Fontes: Portal da educação física. www.educacaofisica.com.br •Treinamento funcional e core training: definição de conceitos com base em revisão de literatura. Teixeira, La Scala Cauê, 2014.

 


 

Voltar