FOTOS

Colégio Fereguetti é premiado pela Fundação Oswaldo Cruz

 

A Fundação Oswaldo Cruz - FIOCRUZ, instituição de pesquisas na área da saúde humana, vinculada ao Governo Federal e sediada no Rio de Janeiro/RJ, divulgou em 14 de outubro a lista de vencedores da etapa regional da 8ª Olimpíada Brasileira de Saúde e Meio Ambiente - OBSMA. O certame é um projeto educativo bienal que busca estimular o desenvolvimento de atividades interdisciplinares nas escolas públicas e privadas de todo o país. Dentre os principais objetivos da OBSMA, destacam-se o reconhecimento do trabalho desenvolvido por professores e alunos nas escolas e a cooperação com a divulgação de ações governamentais criadas em prol da educação, da saúde e do meio ambiente.

Esta edição da olimpíada recebeu mais de 2.500 projetos, envolvendo cerca de 65 mil alunos de todo o Brasil. Após dez meses da abertura das inscrições, as coordenações regionais e suas comissões avaliadoras selecionaram os melhores trabalhos de cada região do país, em três categorias (produção audiovisual, produção de texto e projeto de ciências) e duas modalidades (Ensino Fundamental II e Ensino Médio). Apenas 36 trabalhos de 33 escolas foram contemplados e entre essas instituições de ensino está o tradicional Colégio Fereguetti, da Penha. Com o projeto interdisciplinar intitulado “Elementos Químicos das Rochas para o nosso organismo: a importância do ciclo da água, do intemperismo e da formação de solos para a vida e a saúde humana”, de autoria dos professores Eduardo Profeta Ramos de Araújo (Geografia e Geociências) e Elias Profeta Ramos de Araújo (doutorando em Ensino e História de Ciências da Terra), que contou com a participação de 150 alunos do 1º ano do Ensino Médio, o Colégio Fereguetti se consagra como potência acadêmica em toda a região sudeste do país. Pela segunda vez consecutiva – um aproveitamento de 100% – os professores Eduardo e Elias são premiados, conquistando para o Colégio este importante lugar de destaque no eixo temático Saúde e Meio Ambiente, pois, com outro trabalho, já haviam obtido o 1º lugar na etapa nacional em 2014, na última edição da OBSMA.

 


Os alunos envolvidos no projeto deste ano foram intensamente estimulados a realizarem pesquisas em supermercados sobre a constituição química de alimentos naturais e industrializados. Posteriormente, dedicaram-se a estudos relacionados ao ciclo da água e intemperismo de rochas, dinâmicas em sala de aula, elaboração de um jogo da memória temático, produção de cartaz educativo e trabalharam diretamente no convencimento de comerciantes do ramo alimentício (bares, sorveterias, lanchonetes e restaurantes) para a afixação dos cartazes, buscando a conscientização dos frequentadores daqueles locais.

O prêmio pela conquista contempla uma estadia de quatro dias no Rio de Janeiro, durante o mês de novembro, com a efetiva participação em diversas atividades ligadas à ciência, saúde e educação. Na semana de premiação, os seis destaques nacionais, conforme cada categoria e modalidade, serão escolhidos por uma comissão avaliadora especial composta por estudiosos reconhecidamente qualificados que viajarão ao Rio especialmente para a avaliação dos trabalhos finalistas.

Por hora, após a divulgação dos resultados regionais, alunos e professores envolvidos no projeto contam com o apoio incondicional da direção e coordenação do colégio e, é claro, com a torcida de todos os seus estudantes e colaboradores pela conquista do 1º lugar em projeto de ciências no Ensino Médio. Que a dedicação e o trabalho dispensados a este trabalho rendam bons frutos para toda a sociedade!

 

 

 

Colégio Fereguetti • Rua Cumanachós, 54 • www.fereguetti.com.br • 11 2684-5034 / 2791-8477 


 

Voltar