FOTOS

São Carlos Borromeu

uma das igrejas mais desejadas para casamentos na Zona Leste

 

Entre as centenas de paróquias que existem na região como opção para os noivos escolherem, uma das mais requisitadas é a São Carlos Borromeu, na Rua Conselheiro Cotegipe, 933, no Belenzinho. 

Muito conhecida por possuir uma moderna arquitetura com inúmeros e belíssimos vitrais que chamam atenção, além de contar com 03 grandes salões de festas anexos,  ela virou uma das opções preferidas de muitos noivos que a escolhem para se casar.

Mas além dos atributos arquitetônicos, a Paróquia São Carlos Borromeu possui uma comunidade viva e dinâmica voltada principalmente para a família. Realiza todo ano encontros de casais, conta com várias pastorais e movimentos que abrangem desde a criança até o idoso, fundamentados na espiritualidade agostiniana

Em 1948 a Igreja São Carlos Borromeu foi desmembrada da Paróquia São José do Belém e escolhida pelos Agostinianos para ser a Casa Canônica dos Religiosos Agostinianos da Província de Castela.

Em 1972 aconteceu a inauguração da Paróquia na arquitetura atual com a celebração Eucarística presidida pelo Cardeal da Arquidiocese do Estado de São Paulo, Dom Paulo Evaristo Arns, concelebrada pelo Revmo. Padre Provincial da Espanha, Aureliano Garcia, Padre Vicário Provincial do Brasil, Valentin Diez, contando também com a presença do Sr. Governador do Estado, Laudo Natel, além de autoridades civis e militares.

 


foto:Artmanha


A beleza da igreja contagia criando um clima de paz e tranquilidade que fortalece o sentimento de amor, favorecendo a escolha dos noivos. Entre os vários atributos arquitetônicos, podemos destacar:

A Igreja possui cinco arcos de cúpulas seguidos, em forma de túnel, que permitem através dos vitrais, colocados entre os arcos (superior e inferior), a iluminação indireta do templo.

A parte central da igreja termina em abóboda sobre o altar-mor. Na parede a reprodução do famoso quadro de Jesus Crucificado de Salvador Dali, dos irmãos Bataglia.

Os vitrais artísticos, elaborados pela empresa Hubert Van Doorne, dão toque especial ao templo. Quem entra na igreja e caminha em direção ao altar-mor, pode contemplar os belíssimos tons azuis.

O mosaico, que antecede o altar, é centralizado com a imagem do Cristo Ressuscitado. Os tons claros e leves reflexos dourados, proporcionam um clima de paz e tranquilidade, tão propício para o recolhimento e a oração. Olhando, porém, em sentido contrário para o duplo arco da frente, predominam os alegres tons laranja, com a imagem do Padroeiro, São Carlos Borromeu.

A marquise que fica logo na entrada do templo, composta de três arcos, interligados por partes planas, que cobrem o acesso principal  é um ponto de destaque na arquitetura da igreja. Completa o conjunto da entrada o Escudo da Ordem e a Cruz colocada no topo da arcada principal.

Além disso um jardim muito bem cuidado adorna a entrada do templo.

A Capela do Santíssimo, reformada recentemente possui três janelas de vitrais com as imagens de Santo Agostinho, Santa Mônica e São Tomás de Vila Nova, tiradas das ilustrações de János Hajnal do livro La Seduccion de Dios de autoria do Padre Fernando Rojo.

Os Confessionários e Via Sacra também foram reformados em 2005  e foram enriquecidos com vidros artesanais ilustrados pelo artista Cláudio Pastro.

 


 

Voltar