FOTOS

Dieta Detox

Conheça um pouco mais sobre essa dieta!

 

Dieta detox, vem da abreviação de dieta desintoxicante. A intenção desse tipo de dieta, muitas vezes prescrita na forma de sucos ou porções de alimentos, é fazer a pessoa acreditar que está intoxicada e que alguns alimentos combinados teriam o poder de livrar o corpo de todas essas toxinas. 

A proposta é interessante, mas tudo isso é verdade? Suspeitar que o corpo estivesse intoxicado e simplesmente estaria “limpo” com a ingestão de um suco?

Pensando nestas questões, o pesquisador (médico e professor em Medicina Complementar) da Universidade de Exter na Inglaterra, Dr Edzard Ernst, estudioso nesta área, tem apresentado o resultado de seus trabalhos e vale a pena ser divulgado.

O Dr Edzard explica o equívoco da proposta desse tipo de dieta e expressa a mesma opinião de muitas nutricionistas, incluindo a mim mesma.

Existe apenas um tipo de desintoxicação, aquela feita por médicos para pessoas com vícios de droga e/ou álcool ou para tratar intoxicação medicamentosa.

A palavra detox está sendo utilizada indevidamente para vender a ideia que existem toxinas no corpo humano e que alguns sucos ou alimentos teriam o poder de eliminá-las. 

Veja bem, se o corpo acumulasse toxinas, estaria correndo risco de morte ou necessitaria de uma intervenção médica urgente. O corpo saudável consegue eliminar substancias indesejáveis do corpo através do fígado, rins, pulmões e pele, efetuando uma “limpeza” diária.

Alegar que o consumo de alimentos processados, farinha de trigo, açucares, gorduras saturadas, leite e café geram toxinas é muito complicado. Os divulgadores desse tipo de dieta não mencionam quais as toxinas que estariam sendo eliminadas. Saber o nome dessas toxinas tornaria possível solicitar exame para avaliar a quantidade de toxina presente no corpo e depois poder checar se a dieta surtiu efeito. 

Dietas detox usam alimentos ricos em antioxidantes, como o chá verde que contém catequinas, frutas vermelhas com proantocianidinas, alimentos integrais, legumes ricos em vitaminas A e C e ômega 3 e linhaça que possui ação anti-inflamatória. Recomenda usar temperos naturais, como alho, cebola, açafrão, gengibre e as ervas frescas.

Tudo isso é perfeito e saudável, mas deve ficar claro que esses alimentos atuam de forma específica, eliminando radicais livres e diminuindo ação de substancias inflamatórias no corpo e que nada tem haver com toxinas. Toxinas são substâncias que matam as células, enquanto que os radicais livres são aquelas que aceleram o envelhecimento das mesmas.

Quando se modifica um hábito alimentar, eliminando açucares e gorduras e introduzindo frutas e vegetais, ocorre um ganho para a saúde e pode, inclusive, promover a perda de peso, mas afirmar que se trata de um tratamento de desintoxicação é fantasioso.

A melhor forma de manter o corpo livre de agentes agressores ao corpo (que nada tem haver com toxinas) é: ter uma vida saudável, ingerir uma dieta equilibrada e colorida, evitar comer e beber demais, evitar jejum e praticar exercícios físicos. 

As promessas das dietas detox não tem comprovação científica e estão sendo muito divulgadas em revistas, programas de TV e pela internet. Podem ser mais caras e, portanto, a relação custo x benefício (promessa X realidade) deve ser avaliada com cuidado.

 

Por Edina Aparecida T. Trovões • Nutricionista CRN3-1579 • edina.trovoes@terra.com.br • Consultório: 2307-1551


 

Voltar