FOTOS

Crescer na Crise

 

A palavra CRISE sempre soa mal, dando ideia de perigo. Por que será?

A palavra crise em japonês é composta por dois ideogramas (危機) derivados das palavras perigo (危険 – kiken) e oportunidade (機会 – kikai). Por que será que foi escrita dessa forma?

Na realidade, as ondas da crise trazem também a oportunidade de crescimento.

Basta ficar atento na evolução dos fatos que ocorrem durante as crises.

Se há oportunidades e também perigo, ou seja, perigo iminente de uma crise, como perceber se é oportunidade ou perigo?

No mundo econômico dá para perceber com antecipação se aquela oportunidade ou transação vai ter bons resultados, ou seja, se é duvidoso ou perigoso.

Enquanto para um lado pode ser prejuízo, para outro pode ser lucro.

Há uma frase que diz: “se é prejuízo para um, pode ser lucro para o outro”.

Enquanto uma maioria considera a crise como perigo, uma minoria poderá estar fazendo um bom negócio, investindo durante a crise.

Como por exemplo, quando se fala em liquidação, quem está liquidando pode estar perdendo porque está vendendo abaixo do custo, mas para quem está comprando pelo preço que está sendo pago, pode sair no lucro revendendo-a por um preço mais lucrativo.

Entretanto quem vende um estoque que está parado, é melhor vender por um preço menor do que deixar estocado por mais tempo.

O Brasil é um dos países que tem sofrido constantes crises econômicas e políticas, mesmo assim, o país cresceu porque teve investimento maior em todas as áreas.

Você aplicou ou montou alguma empresa no Brasil?

Se não investir na crise aproveitando as oportunidades que sempre existem, você estará perdendo a chance de investir, deixando passar essa oportunidade.

Não espere acontecer, faça acontecer criando situações, procure por bons negócios, pois sempre estará surgindo diante de você.

Não é a crise econômica que dá chance, é o empresário que cria oportunidade e faz negócios.

Não é o governo que faz ir bem um país, é o povo, o seu comércio e o crescimento das atividades.

É bem verdade que a política econômica e tributária pode ajudar, mas se o empresário não ousar aplicar e investir, em nada pode melhorar.

Portanto aplicando e investindo durante a crise, você estará concorrendo para melhorar a situação.

 

 



Por Hatiro Shimomoto • escritor, Presidente da Organização King de Contabilidade; Hatiro Shimomoto Advocacia; TRIJAB - Tribunal de Justiça Arbitral do Brasil; ABRADE - Associação Brasileira de Defesa das Empresas;  Dep. Estadual 6 mandatos. Professor, advogado e contabilista.


 

Voltar