FOTOS

Labace e Boat Xperience são atrações do mês

 

Após as férias de julho, os eventos de alto luxo continuam pelas principais cidades brasileiras e recentemente, o Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, abrigou a 12ª edição da Latin American Business Aviation Conference & Exhibition (Labace), a maior feira de aviação executiva do mundo.

Com mais de 50 aviões expostos, além de helicópteros, a nobre feira é o cenário ideal para empresários, grandes CEOs, executivos gerais e playboys, acompanharem todas as novidades do setor áereo e também assinarem seus negócios.

A canadense Bombardier foi um dos destaques da Labace, especialmente pelos modelos Learjet 75, Challenger 350 e o Global 6000, extremamente luxuoso, com capacidade para até 13 passageiros, alcançando 11.100 km e custando US$62.3 milhões.

A tradicional Gulfstream detalhou o jato de porte médio, G280, que conta com o motor Honeywell HTF7250G. O avião transporta até 10 passageiros, conseguindo sobrevoar 200 milhas náuticas e seu alcance une as cidades de Nova York e Tóquio, sem escalas. 

 

Jato Gulfstream

Fotos: Maria Cristina Oliveira 

Já a brasileira Embraer encantou o público, com o grande e luxuoso Legacy 650, com três áreas de cabines diferentes, cozinha e lavabo, e preço de US$32 milhões.

Apostando no mercado áereo de luxo, a Honda Aircraft, (divisão da empresa japonesa, famosa no setor automotivo), mostrou pela primeira vez no Brasil, o jato HondaJet, que leva até seis passageiros e alcança altitude de 43 mil pés.

“O segmento de aviação em geral tem obtido crescimento expressivo no Brasil. O país é o segundo maior mercado mundial para vendas de jatos executivos novos”, garante o presidente e CEO da Honda Aircraft, Michimasa Fujino.

No geral, os jatos executivos estão ainda mais sofisticados, com fina decoração, couro de excelente qualidade (tons claros), maior espaço interno, boa relação de altura nas cabines, poltronas e sofás confortáveis, televisão, wi-fi, banheiro, lavabo e outros atrativos. 

A feira contou também com grandes helicópteros, com destaque para a Helibrás e Agusta. Os helicópteros estão cada vez mais modernos, práticos e elegantes, proporcionando ao empresário uma locomoção rápida, segura e extremamente confortável.

 

Helicoptero Eurocenter - Foto: Maria Cristina Oliveira 

Outro evento chic que ocorreu recentemente foi o Boat Xperience, novamente na Marina Astúrias, no Guarujá, litoral paulista. Entre as grifes náuticas participantes, destaque para a Intermarine, Sess Marine, Cimitarra, Beneteau, Schaefer entre outros.

A grande atração da feira, foi o Prestige 750, embarcação francesa de R$16 milhões. Essa “obra prima”, foi concebida pelo arquiteto naval italiano Vittorio Garroni e conta com 22m58 de comprimento, o que equivale a um prédio de oito andares (horizontalmente).

A embarcação de 100 pés, foi adaptada para 75 pés e possui toda a infraestrutura de uma residência, aliás de uma mansão. Quartos, sala de jantar, bar, cozinha e terraço externo são atrativos da enorme lancha. 

 

Lancha Prestige 750


Uma coisa é certa. Jatos executivos (aviões em geral), helicópteros e embarcações (lanchas variadas), são sonhos de consumo de boa parte da população mundial. Geralmente quando alguém enriquece, a compra de um jatinho ou helicóptero, se torna inevitável, pois a locomoção e o fator exclusividade são pontos positivos. 

Se você se tornou milionário e é um amante dos mares, a aquisição de uma embarcação também será questão de tempo (rápido), pois nada mais prazeroso que uma casa flutuante de alto luxo, como as atuais embarcações do mercado mundial.

 

Por Renato Galvão • jornalista, crítico enogastronômico e especialista em mercado de luxo


 

Voltar