FOTOS

Dia do Amigo e da Amizade

 

Com o mundo globalizado em que vivemos, com os avanços tecnológicos e principalmente com a transformação da sociedade interativa, as relações sociais perderam espaço, pois as novas tendências tecnológicas substituíram as relações interpessoais.

Por conseguinte, onde a geração net se incorpora no mundo virtual, assim, o ciberespaço tornou-se lar e as máquinas entes queridos. Os amigos são virtuais e as relações vazias são constantes. 

Evidenciamos esta ausência das relações interpessoais pela decadência da humanização, da importância em nos abrirmos para os verdadeiros e reais sentimentos, então buscando alternativas para facilitar o entendimento da necessidade da amizade, como também, focalizando os benefícios infindáveis que o convívio entre pessoas traz à sociedade e à história das civilizações.

Nem ignorando a maldade das pessoas em nossos dias, que faz com que, infelizmente as pessoas se tranquem em casa, temam os desconhecidos e até mesmo inovem suas relações, mas mostrando que desde a antiguidade a amizade é um tema que acompanha a História. 

A amizade pode ter como origem um instinto de sobrevivência da espécie, com a necessidade de proteger e ser protegido por outros seres. 

A amizade tem sido considerada pela religião e cultura popular, como uma experiência humana de vital importância, inclusive tendo sido santificada por várias religiões e são amplamente retratadas tanto na literatura como no cinema  e na televisão, como exemplos, podemos citar: Dom Quixote e Sancho Pança, Sherlock Holmes e Watson, os Três Mosqueteiros, O gordo e o magro, Os três patetas, entre outros.

Então, um tal de Confúcio disse a muito tempo atrás:

“Se você quiser um ano de prosperidade, cultive grãos. 
Se você quiser dez anos de prosperidade, cultive arvores. 
Se você quer cem anos de prosperidade, cultive pessoas”


Sem nenhuma dúvida, nosso amigo Confúcio estava coberto de razão. Conseguindo cultivar pessoas teremos sempre muita prosperidade. Se não for financeira, será espiritual. Sempre fará bem para nosso espirito saber que temos capacidade para conquistar e desenvolver amizades em que amamos e nos amam também.

Mas o que é Amizade:

Amizade (do latim amicus; amigo, que possivelmente se derivou de amore; amar, ainda que se diga também que a palavra provém do grego) é uma relação afetiva, a princípio, sem características romântico-sexuais, entre duas pessoas, que envolve o conhecimento mútuo e a afeição, além de lealdade ao ponto do altruísmo. Amizade é um sentimento verdadeiro e sincero e a amizade falsa é inimizade.

A amizade é aquela relação que nasce de uma grande afinidade, de uma simpatia de todo inexplicável, um relacionamento social voluntário de intimidade, possuindo raízes tão profundas que, mesmo passados muitos anos, ao reencontrarem-se os amigos e amigas, os tempos se anulam e se reatam os laços.

Ao viver a amizade, em todas as relações humanas, florescem os sentimentos de entendimento, de concordância,  de compreensão, e de fraternidade e não há espaço para o desenvolvimento do egoísmo, sentimento destruidor universal.

Construindo a  amizade

Todas as atividades recreativas (de lazer) tem o poder de construir, cultivar e ampliar o sentimento de amizade: Cerimonias  religiosas,  passeios ao ar livre, viagens ecológicas e culturais, excursões religiosas, festas, jantares dançantes, visitas a feiras e exposições, campeonatos esportivos,  férias com a família na praia ou campo, etc.

O aspecto livre da recreação (lazer) favorece a espontaneidade das pessoas, e permite a volta ao estado natural de alegria e descontração. Nas atividades recreativas nos sentimos  “nós mesmos”, sem precisar desempenhar personagens que nos tornam artificiais. 

 


Amizade Verdadeira

A amizade verdadeira é muitas vezes considerada como algo utópico, surgindo do eu superior, ou da nossa alma imortal, que busca ser um núcleo de fraternidade sem fronteiras.

A amizade verdadeira é aquela onde o indivíduo não pensa duas vezes em ajudar o outro, está sempre disponível, independente do horário, faz esforços sem pedir nada em troca, e esse tipo de relacionamento está se tornando cada vez mais raro.

Livre de apegos cegos, o sentimento de amizade não é necessariamente dirigido apenas a este ou aquele indivíduo em especial. Os sábios são amigos de todos os seres; por outro lado, cada amizade tem suas características específicas e possui uma capacidade própria de resistir a adversidades.

Melhor Amigo

O melhor amigo consegue ser alguém melhor ainda que um amigo, o nível de lealdade, amizade, atenção, carinho e afeto é muito maior, e estes costumam estar sempre juntos, sendo confidentes e cúmplices, que são aqueles que o indivíduo leva para toda vida.

Os melhores amigos muitas vezes se conhecem mais que os próprios familiares e cônjuge, funcionando como um confidente. Para atingir esse grau de amizade, muita confiança e fidelidade são depositadas.

Os amigos evitam ser sufocantes ao outro para que haja respeito nos direitos deste. Evitam também sufocá-los com exigências, para que não haja o risco de perdê-los e faz parte da amizade não exacerbar os defeitos do outro. 

Há de se cuidar da amizade e de amigos

Cuidar da amizade é preocuparem-se com a vida, as penas e as alegrias do amigo e da amiga. É oferecer-lhe um ombro quando a vulnerabilidade o visita e o desconsolo lhe oculta as estrelas-guias. São no sofrimento e no fracasso existencial, profissional ou amoroso que se comprovam os verdadeiros amigos e amigas. Eles são como uma torre fortíssima que defende  o frágil castelo de nossas vidas peregrinas.

Todos esses  valores, por serem os mais preciosos, são também os mais frágeis  e ficam mais expostos às contradições da existência humana. O ser humano cresce na luta com os paradoxos. 

Uma condição básica para que possamos voltar a viver plenamente a solidariedade consciente é ser autênticos, primeiro, com nós mesmos. 

Aceitar os outros como eles são, estimulando o melhor deles, e ser grato à vida inclusive pelas suas lições dolorosas, são hábitos realistas que nos tornam mais sábios e mais capazes de compreender a vida e de ser mais amigos.

Dia do Amigo

A amizade é tão importante na vida das pessoas, que foi criado um dia específico para homenagear a relação. O dia da amizade, ou dia do amigo, é comemorado em 20 de julho, e a data foi criada por um argentino, a partir da chegada do homem à lua, em 20 de julho de 1969. O argentino resolveu enviar cartas para diversos países para instituir o Dia do Amigo, pois acreditava que a chegada à lua era um significado de que os homens deveriam se unir.

Então... Amar é melhor do que ser amado.  Ser amigo é mais importante que ter amigos. Mas a única base sólida para a afinidade entre os seres humanos é um respeito sagrado de cada um por si mesmo. 

 

Por Cida Lopes • Gestora/Produtora de Eventos/Docente – MBA em Hospitalidade •  cida.aparecida.lopes@gmail.com

 


 

Voltar